• Culturae Compendium

MEDITAÇÃO VISUAL: DOUTORES DA IGREJA

*Por Thiago Bragantin




No Museu de Arte Sacra de São Paulo, encontramos uma sequência de quadros, em que cada um representa um dos doutores da Igreja. A origem não é certa, mas atribui-se ao Padre Jesuíno do Monte Carmelo e acredita-se que foram pintados entre os séculos XVIII e XIX.


Os doutores são reconhecidos na tradição cristã por possuírem pelo menos duas características: I) grande piedade e II) produção intelectual. Esses são os dois pés que mantinham em equilibro os santos doutores. Se um deles fosse negligenciado, logo a queda era evidente.


João Calvino, símbolo da reforma protestante, resumiu a sua concepção hermenêutica com as palavras “orare et labutare” (oração e trabalho). Com isso, ele queria mostrar os dois lados da moeda para uma intelectualidade cristã. Se o primeiro for esquecido, nos tornamos fariseus; se o segundo for abandonado, caímos em idolatria.


Esses dois alicerces estão presentes nos quadros do pintor brasileiro. O aspecto imanente da vida, o labutare, o trabalho árduo, pode ser visto na quantidade de livros que gravitam ao redor dos santos, nos pergaminhos espalhados pelo chão e na caneta na mão. Os olhos cansados mostram que provavelmente passaram muitas noites acordados, sentados em frente à mesa, aflitos, estudando, não apenas a Santa Escritura, mas diversos outros autores e livros. A solidão e quietude não se restringe aos padres dos desertos, mas também aos santos doutos em suas bibliotecas.


Quanto ao aspecto transcendente, o orare, todos os santos são iluminados por uma luz divina. A presença de Deus parece preencher todo o local de estudo, ou Deus arrebata a biblioteca dos santos enquanto estes se dedicam aos estudos. E o conhecimento desce sobre eles, como um dom, dado aquele que tanto busca pelas respostas divinas.


O padre Jesuíno nos lembra que a vida cristã deve andar com duas pernas; com sangue, suor, esforço e disciplina, mas ele também deve vir acompanhada com um coração em chamas, oração e silêncio, para ouvir a voz de Deus.



Thiago Bragantin, brasileiro, Bacharel em Filosofia pela Universidade Federal de São Paulo, Mestre em Divindade pelo Seminário Teológico Servo de Cristo e um dos organizadores do site www.culturaecompendium.com.

Enasfecc

® 2018 por Culturae Compendium.