• Culturae Compendium

Marcelo Bittencourt: HOMEM QUE VOA

*Por Thiago Bragantin

O Reino de Deus, no imaginário coletivo, é a eternidade sobre as nuvens, anjos e etc. Nos quadros de Marcelo Bittencourt é diferente, há uma mescla de elementos terrenos e sensações celestiais. Para ver o Reino dos Céus não é preciso morrer nem ser arrebatado, basta experimentar um pouco da graça e da beleza dada por Deus, sozinho ou em comunidade, que logo você perceberá que a vida é muito mais que os comerciais nos anunciam.


Bittencourt tem um costume de pintar quadros em ocasiões especiais (cultos, shows, pregações e outros eventos). O resultado é uma impressão gráfica da experiência vivida, a experiência proporcionada pela música, poesia e do Reino de Deus. Por isso, as asas, ou os astronautas, estão presentes em grande parte dos seus quadros.

C. S. Lewis disse:

“A primeira leitura de uma obra literária é uma experiência tão importante e significativa que apenas experiências como o amor, a religião ou o luto podem servir como parâmetro de comparação."

Podemos conhecer mais do Reino dos Céus nos entregando às artes e suas viagens. A vida espiritual não se resume à Bíblia ou a temas religiosos. Quem nunca experimentou os céus enquanto assistia a um filme? Ou percebeu o corpo se regenerar ao som de John Coltrane? Afinal “os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão” (Isaías 40:31). As asas de Bittencourt são as promessas de Deus, resultado da leitura de uma boa ficção ou da apreciação de uma boa música.


Vamos levar mais o Reino de Deus, vamos fazer músicas, quadros, vamos escrever mais, doar bons livros, distribuir poesia, vamos cantar o reino encantado, e que em tudo isso possamos louvar o nome de Deus.



Marcelo Bittencourt é artista visual, ilustrador e designer gráfico. Outras obras podem ser vistas no site: www.homemquevoa.com

Enasfecc

® 2018 por Culturae Compendium.